Battlefield 2042 beta não exigirá PS Plus, mas precisará do Xbox Live Gold

"Battlefield (Crédito da imagem: EA)

O beta aberto do Battlefield 2042 exigirá Xbox Live Gold para jogar, enquanto os jogadores do PlayStation não precisam do PS Plus.

Esta afirmação vem de @bravoINTEL, uma conta de notícias do Battlefield 2042 no Twitter, que diz: “O Battlefield 2042 Beta no PlayStation não exigirá o PlayStation Plus. Os jogadores do Xbox exigirão o Xbox Live Gold.”

O Battlefield 2042 Beta no PlayStation não requer o PlayStation Plus. Os jogadores do Xbox precisarão do Xbox Live Gold. 28 de setembro de 2021

Ver mais

Uma rápida olhada na página de perguntas frequentes do beta aberto do Battlefield 2042 também confirma isso. Sob a pergunta ‘onde posso jogar o Open Beta?’ É revelado que a versão beta está disponível no PC, PS4, PS5, Xbox One e Xbox Series X, no entanto, aqueles que acessarem através de um console Xbox “precisarão ser assinantes do Xbox Live Gold”. A resposta também acrescenta que “o PlayStation Plus não é necessário para participar do Open Beta.”

As datas do open beta foram anunciadas ontem. Após meses de especulação e frustração dos fãs, foi oficialmente revelado que o beta aberto do Battlefield 2042 acontecerá na próxima semana, de 8 a 9 de outubro de 2021.

Não apenas isso, mas aqueles que pré-encomendaram o jogo também terão acesso antecipado ao beta em 6 e 7 de outubro – com aqueles que pré-encomendaram através da Amazon descobrindo antes de todo mundo depois de receber seus códigos beta do Battlefield 2042 antecipadamente.

Também foram revelados hoje os requisitos para PC beta aberto do Battlefield 2042, que exigem produtos como uma placa de vídeo NVIDIA Geforce RTX 3060 / AMD Radeon RX 6600 XT, 16 GB de RAM e 100 GB de SSD.

Battlefield 2042 será lançado em 19 de novembro de 2021 e estará disponível para jogar no PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series X e PC.

Para descobrir o que mais você deve estar animado para este ano, dê uma olhada em nossa lista novos jogos 2021 .

Leia também  O ex-chefe do PlayStation diz que trazer itens exclusivos para o PC foi uma escolha fácil